Santa Catarina registra novos ataques nesta madrugada

ataque em sc

Esta quarta-feira (6) amanheceu com registro de novos ataques em Santa Catarina. Foram registrados pelo menos três incêndios em Imaruí, Tubarão e Laguna, no Sul do estado. No entanto, os bombeiros e a polícia não confirmaram se todos os incêndios foram criminosos.

 
Em Palhoça, uma base da PM foi alvejada por quatro disparos no bairro Ponte do Imaruim por volta das 5h. Um policial estava no local, mas não foi atingido. De acordo com a PM, um suspeito teria fugido.

 
Já em Florianópolis, a casa de um policial militar foi alvo de disparos por volta da 0h no bairro Cachoeira do Bom Jesus. Nenhum suspeito havia sido identificado, conforme a PM, que não passou outros detalhes sobre a ocorrência.




Imaruí

 
Um homem foi preso em flagrante por volta da 0h em Imaruí suspeito de atear fogo em quatro carros da prefeitura. Segundo a Polícia Civil, ele foi visto correndo próximo ao local onde os veículos pegaram fogos, na garagem da prefeitura.
Os quatros veículos ficaram destruídos pelas chamas que começaram por volta das 23h30. Conforme a Polícia Civil, o suspeito nega que tenha sido o autor do incêndio e não possui passagens policiais.

 
Tubarão

 
O carro de um ex-agente prisional foi incendiado, segundo a PM. O veículo estava estacionado há cerca de dois meses em frente ao condomínio onde ele mora aguardando manutenção. O incêndio foi registrado por volta das 21h de terça-feira (5) pela PM.

 
De acordo com a PM, faz anos que o homem não é mais agente prisional. Os moradores controlaram as chamas, que foram combatidas pelos bombeiros. O carro não foi muito danificado, ainda conforme a PM. Uma moradora relatou à polícia que viu dois suspeitos em uma moto deixando o local pouco antes de as chamas começarem.





Laguna

 
Os bombeiros foram acionados por volta da 1h desta quarta para combater incêndio em um caminhão da coleta de lixo da cidade. O veículo estava estacionado na rua no bairro Portinho. De acordo com os bombeiros, nenhum suspeito foi visto no local.

 

Fonte: www.g1.globo.com/sc